Foto notícia - MENOPAUSA AUMENTA O RISCO DE HIPOTIREOIDISMO?

MENOPAUSA AUMENTA O RISCO DE HIPOTIREOIDISMO?

Não há dúvidas de que as mulheres são o grupo mais afetado pelo hipotireoidismo, que é a falta dos hormônios da tireóide. 

Dentre as explicações para isso estaria a influência dos hormônios femininos sobre o sistema imunológico, mais especificamente sobre o desenvolvimento de doenças autoimunes, como a Tireoidite de Hashimoto, que é a principal causadora do hipotireoidismo, como já dissemos em outros posts.

Explorando mais esse tema, notamos que há um pico de novos casos de hipotireoidismo entre os 40 e 50 anos de idade, exatamente a faixa etária onde a grande maioria das mulheres irão apresentar o declínio dos hormônios femininos que irá culminar com a menopausa.

Será então que existe uma relação entre menopausa e aumento no risco de hipotireoidismo?

Ao que tudo indica sim! 

Foi o que mostrou um estudo transversal sul coreano que envolveu mais de 50 mil mulheres entre 2014 e 2018 publicado na revista Thyroid deste mês.

Nesse estudo foi observado que há um aumento dos níveis de TSH compatíveis com hipotireoidismo na fase chamada de transição tardia da menopausa (onde já se manifestam alterações laboratoriais compatíveis com essa fase acompanhadas por sintomas clínicos, como irregularidade menstrual e as primeiras ondas de calor) e na pós menopausa, quando a mulher já parou de menstruar.

Por ser um estudo feito somente com mulheres sul coreanas e que não foi desenhado para se investigar as causas relacionadas as variações hormonais desta época da vida feminina, mais estudos são necessários para se confirmar essa hipótese.

De qualquer forma esse estudo acende um alerta para que estejamos atentos ao surgimento do hipotireoidismo nessa fase, pois os sintomas da menopausa e do hipotireoidismo podem ser muito parecidos, como o cansaço excessivo, alterações de humor, sono, temperatura etc., e acabar se somando.

Deixar de fazer o diagnóstico de hipotireoidismo em mulheres nessa fase pode piorar ainda mais os sintomas e a qualidade de vida na fase de transição da menopausa. Fique atenta!

Gostou do nosso material?

Continue acompanhando nossos lançamentos semanais, recebendo avisos diretamente
no seu e-mail, assine nossa newsletter e siga nossas redes sociais para ficar ligado!

    Siga-nos nas redes sociais